No afã dos lucros, empresas lançam medicamentos antes de estudos abrangentes

Quando eu digo que existe pouco controle sobre os estudos, análises e pesquisa, relativo aos medicamentos antes de serem lançados no mercado, alguns não concordam, veja um exemplo:

Uma Empresa Farmacêutica comunicou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que vai retirar do mercado os medicamentos Silomat Xarope, Silomat Solução Oral, Silomat Plus Xarope e Silomat Plus Solução Oral. O princípio ativo dos medicamentos, utilizados para tratamento de tosse seca (sem catarro), é o cloridrato de clobutinol.

A decisão foi tomada a partir de resultados de estudos, realizados pela empresa, que levantaram a possibilidade de risco de arritmia cardíaca após a administração do cloridrato de clobutinol.

Até ai tudo bem, porém vem aquelas perguntas: Mas estes estudos não foram realizados?

Estudos realizados precisam ser produzidos e implementados nas fases anteriores

É no mínimo estranho. Não estou dizendo que todo medicamento lançado pelos grandes laboratórios são pouco estudados.

Estou dizendo que existem alguns medicamentos, muitas vezes no afã de lançar logo à venda, incorrem no erro de realizarem pesquisas incompletas.

Depois podem trazer sérias complicações à saúde da população.

Entretanto, existem muitos deles que realizam análises abrangentes e aprofundadas atestam sua eficiência com segurança.

Este texto foi útil? Avalie.
Avaliação média: 4.62
Total de Votos: 21

No afã dos lucros, empresas lançam medicamentos antes de estudos abrangentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *